sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Diário de um Bêbado II - Panamá



Ignominiosos Leitores,

Em primeiro lugar, quero pedir desculpas pela inexplicável inércia do seu aro nos últimos tempos.

Na verdade, 90% dos leitores deste blog sabem o porquê da inanição deste blogueiro (minha mãe, minha mulher e meus amigos), posto que todos têm conhecimento de que este que vos fala encontrava-se viajando (também sabem que não sei usar a regra dos porquês - viu? - e me sinto constrangido em usar o "pq", daí o excesso de "por isso", "pois", "posto que" etc.)

Como dizem os javaneses: "Enfim", vamos ao que interessa. O post do retorno deve, por óbvio, relatar o ocorrido.

Perdoem-me pela demora. Acontece que quando deixamos nossa pátria, nosso idioma e nossa cultura, por certo tempo, ficando alheios ao que se passa em nosso solo, quando voltamos perdemos um pouco o rumo.

Difícil voltar ao Brasil e encarar duas novas realidades: Itamar Franco está morto e Sandy dá o cu!

Demorei pra superar o choque.

Fui para o Panamá, Cuba, Peru.

Razão? Advogado contratado pelo PQP (Partido das Questões Pertinentes). Único partido, no Brasil, que luta para manter-se na clandestinidade.

O partido possui 03 (três) membros e faz aliança somente com 01 (um) partido: O PRE (Partido do Recuo Estratégico).

O partido possui uma plataforma: Todo brasileiro deve ter vergonha na cara.

O partido abomina duas coisas: Julio Iglesias e Kenny G.

Missão do Partido: Filiar Fidel Castro ao PQP. Controlar Cuba e por conseguinte lançá-la na clandestinidade.

Minha missão: Assessorar juridicamente Bin Simplício, Secretário de Assuntos Exteriores do Partido.

Primeira Escala: Panamá;

Não queiram detalhes demais, posto que a maior parte do tempo eu me encontrei no módulo: "bêbado", "distraído", "apagado", "chapado", "indiferente".

Vamos para as considerações:



Panamá






Logo no primeiro voo o avião quase caiu. Queda por alguns segundos, intestino na boca da garganta e a decepção de se ver morto junto com meia dúzia de criaturas indo alegremente para a disney.




Escapei (nota-se). O pacífico é muito lindo. O Panamá é estranho. Me lembrou muito São Paulo. Metrópole, Panamá City. Arranha-céus que pareciam mais "estrupa-céus".



Muita mulher bonita. Muita puta. Muito dinheiro correndo solto. Muita desigualdade social. Muita perna aberta pros EUA.



Fui ver o canal. lembrei que devo ir mais vezes ao dentista (podre). Impressionante.

O casco viejo (bairro antigo) me interessou muito. Prédios antigos. Protestos contra o atual presidente. Belos monumentos e... O pacífico, imponente.



Cerveja Panamá. A melhor de todas.

Pude ver um jogo de futebol da seleção do Panamá no Panamá. Mundial Sub-20. Panamá perdeu pro México. No bar os torcedores vibravam e enlouqueciam por uma seleção de jovens que tinha muita disposição e absolutamente nada de técnica e/ou expectativa de vencer.

Me senti constrangido. Devemos avaliar a nossa relação com nossa seleção? Perdemos "nossa" seleção?

Deixemos pra lá.

Continua...





2 comentários:

  1. ei.. eu quero me filiar ao PQP.. manda a ficha!!
    rsrsrsrsrsrs

    ResponderExcluir
  2. perdoo a sua inércia por dois motivos: 1- fazia tempo q eu não lia o blog; 2 - eu compreendo o choque que deve ter sido pra você saber que a sandy dá o cu, eu mesma ainda não me recuperei...
    Ive (assinei caso a porra do comentário saia "anônimo". tô apanhando p fazer comentário aqui)

    ResponderExcluir